quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

A história do que não aconteceu...




Á pouco li o "Amo-te" do blog intermitências de ecos...

Fez-me um baque no peito, não sei se a história é veridica ou não... mas sei que a minha é.


Lembrei-me do quanto o meu melhor amigo me amou, do quanto sofreu por eu não o amar, por só vê-lo como um amigo. Namorava com outro rapaz, alguém que me fez sofrer muito!

Ele sofria, desesperava por me ver assim, por amar-me não podendo fazer nada...

Crescemos juntos, somos o par ideal, somos duas peças que se completam na maneira de pensar, falar, lidar um com o outro. Entendemo-nos perfeitamente, ele olha para mim, e eu olho para ele e sabemos o que se passa, sorrimos um com o outro e brincamos, sabemo-nos tão bem...

Por vezes dormiamos juntos, inocentemente a ver televisão, abraçados porque lá fora chovia...

Mas o destino não nos juntou, já o amei e ele não me amava, depois o contrário. Tivemos consciência que andavamos desencontrados, ainda hoje temos, ainda hoje sabemos que se ficassemos juntos seriamos perfeitos, mas a vida complicou-se, hoje ele tem namorada, e o meu namorado é o seu melhor amigo.

Por vezes quando algum de nós se zanga com o namorado ou namorada, dizemos que ele ou ela eram perfeitos um para o outro, porque sabemos que nós somos perfeitos um para o outro também...Nunca tivemos coragem de seguir em frente, nunca tivemos coragem de por em risco a nossa amizade...



Amo o meu namorado? amo...

Mas não amo com tanto fervor como já amei o meu melhor amigo, não amo com tanto fervor como amei pela primeira vez na vida...

Hoje sinto um grande carinho por ele, e por vezes na minha cabeça viajam pensamentos velozes quando o olho nos olhos, e sei que nele também passam..-pensamentos que dizem..."e se tudo tivesse sido diferente?"... nenhum tem coragem de perguntar, não existe força e coragem para levantar a pedra que se colocou sobre este assunto...

Não queremos viver com a culpa e com a angustia de saber que se tudo tivesse sido diferente, estariamos felizes juntos...


..........................

Lembraste?

estavamos sentados na tua cama, tapados por um cobertor, enquanto lá fora chovia...viamos um filme, deixaste-me escolher...e comiamos bolachas e sumo, e falavamos de coisas do passado, de quando eramos crianças...

Eu disse que tinha frio, abraçaste-me e eu encostei-me ao teu ombro....


Enquanto olhavas para o filme apertaste-me mais contra ti e disses-te..."Sabes, desde que somos pequenos que tenho a certeza que vamos ficar juntos...não interessa quantas pessoas apareçam na nossa vida, um dia vamos ser um do outro..."

Olhei para ti, ainda olhavas para o filme, mas sorrias, e disse...."sim...um dia..."



talvez um dia, talvez nunca...



7 comentários:

Prisioneira de Sonhos disse...

Disse-lhe a pouco tempo aquele que ouso amar "o destino encarregasse de nos juntas confia!Eu confio!"...

O que seria de nós, comuns mortais se este mundo não nos desse sonhos maiores?!

Vive o dia-a-dia mas espera um futuro maior!

(belo amor)

*

Intermitências de Ecos disse...

De facto, aconteceu... História longa. :)
Estamos separados, [talvez] porque assim o quis. Nem sei se me arrependo. Talvez não.
Estou num outro tempo. De outro lado. Agora... não o quero. Não nesse tempo.

Ninguém o sabe, não agora.
Mas anseio saber o 'fim' da tua história...

***

Intermitências de Ecos disse...

Os nossos maiores problemas não estão nos obstáculos do caminho, mas na escolha da direcção errada.

Mas...

O tempo é uma ilusão :)

E ainda agora disseste uma coisa que, por mais simples que seja, deu-me que pensar:
"Não passa... Apenas se transforma"

Aplica-se a esse caso. Não nos condenemos :)

P.S.: Recebeste o convite para o outro blogue?!

Intermitências de Ecos disse...

Pois, os sentimentos.
Pudera ter mão sobre eles. Mas mesmo que tivesse, nada seria diferente. Digo eu.
Não me vejo de outra forma... Noutra estrada.

É tudo muito complicado.

Não sei se me entendes...

Intermitências de Ecos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Intermitências de Ecos disse...

O da PdS foi Gmail ... Creio que serve, mas não sei.
Lá pede os mails. Somente.
Faz como entenderes. Vamos por tentativas :)

Caso queiras dar em privado...

ardordaspalavras@live.com.pt

Tecnenfermaginando disse...

ele é ótimo!