sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Conversas de mulher! x)

Bem hoje o dia foi bastante bom! =)
Agora mesmo ao final do dia e ao começar da noite, tive "uma conversa de mulher" (sim existem, por muito púdicas que possamos parecer), que foi como para aí 70% das conversas de mulher custumam ser: sobre sexo! x)
Apercebi-me então, que somos bastante mais "directas" (para não dizer "porcas") que os homens, quando se trata a falar disso (entre nós mulheres).
Ora os leitores masculinos que irão ler isto (o que julgo serem poucos ou nenhuns), irão passar a perceber, e as mulheres (menos as que forem cinicas e aquelas que nunca falaram de sexo na vida), irão concordar e rever-se nisto que vou dizer (mesmo que apenas para elas mesmas) .
Os homens, falam de sexo em código, usando palavras diferentes (e cómicas) para substituir conceitos mais explicitos, no entanto estas conversas são mais com o efeito de se gabarem, caindo muitas vezes no exagero, para mostrarem que são "machos".
Ora as mulheres, ou por não saberem, ou por simplesmente se sentirem á vontade dizem as coisas tais quais elas são (e quando digo "tais quais elas são" leia-se os conceitos leigos do povo!),
mas nós mulheres (presumo eu...), acho que temos estas conversas (coloquando de parte todos os motivos pessoais), para aprendermos e para percebermos pelas "histórias" das outras mulher se o que fazemos é feito pelas outras também, e para partilhar experiências, o que é libertador e bastante divertido! x)
Lição:
Os homens que aprendam com as mulheres e começem a ser mais humildes, ninguem vai acreditar que aguentaram 7 horas (a não ser que sejam fãs fervorosos de sexo tantrico); que tiveram não sei quantos orgasmos e mesmo assim "continuaram a bombar"; que fizeram sexo com aquela mulher horrorosa só por pena (vocês bem que gostaram e ainda voltam para mais se for preciso); que fizeram a mulher dar em louca e que lhes deram 4 orgamos de relembrar para toda a vida!
P.S.: Não digo que algumas destas situações não aconteçam, apenas não acontecem TODAS numa vida e dezenas de vezes por mês!
Bem por aqui me fico!
uma vénia a todas as mulheres que me entendem e que são o que mantém uma sociedade em pé!
Disposição: (+) relaxarada!
xOxO

3 comentários:

Intermitências de Ecos disse...

Ahahaah! Soltei uma enorme gargalhada! Isso é que é 'falar'! :D

Quanto ao escrever [ou não escrever], são fases, não perda de qualidade, pois esta só se ganha com o tempo! Por vezes, o que nos leva a "pausar a escrita" é mesmo o facto de não termos um 'alvo', um vector que nos oriente... Agarra seja que rasto for e... fomenta-o!
É bom ter sempre em mente que
"O poeta é um fingidor.
Finge tão completmente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente."
FP

And that's it! :)

[Vénia! :p]

Intermitências de Ecos disse...

Sim, eu também admiro imenso Fernando Pessoa. Ele para além de um refúgio [p'ra mim] é uma fonte de inspiração! Diria que, nas palavras dele, encontramos sempre um pouco de nós. No entanto, 'ele' consegue colocar-me melancólica, talvez por ser o espelho da minha própria melancolia. O que não deixa de ser arrebatador. :)
Se tivesse que realçar algum heterónimo seria, sem dúvida, Álvaro de Campos.

:) **

Intermitências de Ecos disse...

Também já começo a ver esses 'pontos em comum', o que é muito bom! :)

Um óptimo fim de tarde! :) *